sábado, 24 de agosto de 2013

Saiba mais sobre a SERTRAN

A empresa SERTRAN é presidida pelo empresário Luiz Antonio Felício Junior, de 40 anos, ele vem de uma família que fez história na área do transportes na região de Ribeirão Preto. À frente da empresa Sertran, que integra o Consórcio Pró-urbano, do transporte público da cidade de Ribeirão Preto- SP. 


A expectativa de faturamento da empresa para esse ano de 2013 é de R$ 40 milhões de reais. A empresa atua no transporte público e privado em Ribeirão, Sertãozinho, Catanduva e São José do Rio Preto, e tem uma frota composta por 300 veículos. Isso sem contar o crescimento esperado de 30% para este ano. 

Fogo amigo

ALCKMIN BOICOTA EVENTO DE AÉCIO EM SP

Com a desculpa de conflito de agenda, governador Paulista não comparece a encontro tucano em Ribeirão Preto e manda avisar que também não vai a Barretos neste sábado (24); estratégia de Alckmin é não melindrar José Serra, que trava com o senador mineiro uma guerra aberta pela vaga tucana na disputa presidencial de 2014; FHC, que recebeu Aécio em São Paulo, tenta colocar panos quentes.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, não apareceu na sexta-feira (23) em evento do PSDB em Ribeirão Preto, no interior paulista, organizado pelo senador mineiro e presidenciável Aécio Neves. Fez chegar ainda ao correligionário que não dará as caras no encontro de Barretos, neste sábado, alegando problemas de agenda. O real motivo, porém, é para não melindrar o ex-governador José Serra, que trava com Aécio uma disputa encarniçada pela indicação tucana à vaga do partido na disputa pela Presidência da República em 2014.


Em Ribeirão, Aécio se reuniu com cerca de 300 pessoas entre prefeitos aliados do PSDB e dirigentes de partidos. O senador tentou minimizar o clima tenso no partido ao dizer que não há guerra no PSDB, elogiou Serra e disse esperar que ele fique no partido. "Só existe trégua quando há guerra. Serra é um dos homens públicos mais preparados do Brasil, companheiro do PSDB e todos nós esperamos que ele possa continuar conosco no partido."

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Relatório aponta diversas irregularidades da Gestão Marcos Coelho


De acordo com o relatório produzido pela empresa de Auditoria Libertas foram apresentadas diversas análises sobre o exercício de 2012, realizadas após um rigoroso processo de auditoria com objetivo de trazer transparência às reais condições financeiras do Município de Araguari em 31/12/2012.

Dentre as várias inconformidades apresentadas, foi constatada uma dívida total do município próximo a R$ 40 milhões de reais Uma indisponibilidade financeira aproximada de R$ 13 milhões Um número de 173 cargos nomeados sem que as funções fossem estabelecidas por lei.


Um montante de remanejamento de recursos orçamentários na ordem de R$ 29 milhões, feito sem autorização do Legislativo Um montante de créditos suplementares acrescidos na ordem de R$ 19 milhões, também sem autorização da Câmara Municipal.

 Uma série de irregularidades no sistema de licitação da prefeitura, demonstrando margens para supostos acordos entre as empresas concorrentes, especialmente em obras da Educação Gastos irregulares com despesas para viagens Gastos irregulares com convênios celebrados entre o Município e entidades do terceiro setor.

Estas são informações preliminares. Amanhã teremos mais detalhes.

Prefeitura ajuda a pagar plástica para aumento de bumbum



A prefeitura de Itaú de Minas, no Sul do estado, teria ajudado uma moradora a pagar uma plástica de aumento de glúteos. Uma nota de empenho aponta que a beneficiada recebeu R$ 2,9 mil da Secretaria de Saúde para bancar o procedimento estético. Segundo moradores da cidade, a beneficiada seria uma pessoa próxima ao ex-prefeito Francisco Brito. Um morador garante que ela teria recursos próprios para realizar a cirurgia.

O repasse foi feito em dezembro de 2012, na administração do prefeito Jorge Lopes de Morais (PSDB), que já deixou o cargo.  O “retoque” no  derrière  foi realizado em novembro do ano passado em uma renomada clínica especializada em aumento de glúteos, localizada em Ribeirão Preto, São Paulo. Dentre as clientes da clínica está a apresentadora de televisão Ana Maria Braga, que em 2005 ajudou a popularizar a cirurgia.

A plástica teria custado R$ 9,7 mil, segundo atestado assinado pelo próprio médico responsável, Raul Gonzalez, e apresentado à prefeitura como “comprovante de prestação de serviço”, segundo consta na ordem de pagamento.

Ainda de acordo com o médico, ela realizou um procedimento de “enxertia de tecido”, quando se retira parte de gordura da barriga, por exemplo, para colocar no glúteo.

A documentação já está de posse da promotoria de Patrimônio Público que está avaliando o caso. A polêmica revoltou os moradores da cidade. 

Fonte:

Inauguração de obras inacabadas...

 
O vereador Cezar Batista (PMDB) apresentou projeto que proíbe a inauguração de obras públicas incompletas, ou que embora concluídas não atendam ao fim a que se destina, por falta de quadro de servidores profissionais  da respectiva área, de materiais de expediente e de equipamentos afins ou situações similares.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Vereadora cobra explicações sobre o transporte coletivo

           
 A     Vereadora Eunice Mendes apresentou  requerimento   solicitando o  envio de  oficio ao Exmo. Sr. Prefeito Municipal Raul José de Belém solicitando que determine ao órgão competente que informe a Câmara Municipal de Araguari  qual a razão de haver duas empresas de transporte coletivo urbano atuando ao mesmo tempo no município de Araguari. Informe ainda se houve o rompimento formal do contrato com a empresa Expresso Cidade Araguari e por qual razão a mesma continua operando em nossa cidade. E se caso tenha havido rompimento formal, enviar a documentação correspondente aos procedimentos realizados e a cópia do processo licitatório da prestação de serviços da empresa SERTRAN no município.

Vereador Cezinha solicita certidão negativa do município




O vereador Cezinha durante reunião ordinária do dia 20  solicitou ao executivo que envie as certidões negativas do município perante o INSS e FGTS.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

EXCLUSIVO - Incêndio em fábrica de confecções em Araguari

Incêndio hoje por volta das 05:00hs da manhã em uma fábrica de confecções localiza á rua Joaquim Barbosa. Felizmente  Segundo informações preliminares os danos foram apenas materiais.





video

domingo, 18 de agosto de 2013

Quem ocupará o 1º lugar no pódium

Quem está na "Pole" é o município de Araguari, seguido na mesma fila por Monte Carmelo, e na segunda fila por Tupaciguara que divide posição com a grande  Uberlândia. 
    Pois bem!! É uma realidade na região  o Pólo de Piscicultura, isto já é fato, que por sua vez está se transformando em fato jurídico.

   Como anunciado pelo chefe do executivo tal abatedouro geraria 200 empregos direto e outros 400 indiretos, elevando a renda do município entre 8% a 13%. 
    Dentro dos prazos estabelecido pelo grupo investidor, o início da infra-estrutura e logística do empreendimento já deveria ter se iniciado. 
   Como gato escaldado tem medo de  água fria, pois já tivemos a promessa de implantação de fábrica de carros elétricos, e do campus da UFU em nossa cidade, nós perguntamos se tal empreendimento não virou uma " Utopia", pois tivemos informações que a cidade que estava na "pole", nos últimos segundos dessa corrida  perdeu a posição para a cidade de Monte Carmelo, já que segundo informações confirmadas por nós, na última semana os representantes do grupo investidor se reuniram com a prefeitura Carmelitana mostrando o interesse real  de  implantar o Frigórico naquela cidade, apenas deixaram a ressalva que abririam um último prazo ao município de Araguari para que sanasse os impasses burocráticos em torno da doação da área.
  Diante os ocorridos este blog pergunta:
     Por ser um benefício tão pequeno perante os R$40.000.000,00 que serão investidos pelo grupo nesta cidade, quais os óbices que a administração encontra para não agilizar o processo para a cessão de uma pequena área ao grupo? E se por ventura já o fez, então porque a demora da implantação de tão sonhado empreendimento?

                    Respeitosamente aguardamos respostas!!!

Quem vencerá: Araguari a capital mundial da água doce ou Monte Carmelo a capital da telha?   

Se Araguari pudesse realmente falar, o que ela nos diria?

“Creio que ela diria estar decepcionada não só com seus representantes políticos legislativo e executivo, mas conosco também povo em geral que os elegem a cada mandato, existem os acéfalos que destroem a cidade com a corrupção e ganância pelo poder e pelos R$, e existe o povo que pede por corrupção, pois quer seu "lugarzinho" dentro da prefeitura, quer um "favorzinho" de um vereador, quer uma ajudinha pra se livrar de uma multa, um imposto, etc ... Isso tudo alimenta os acéfalos da corrupção ... E ao invés de puni-los retirando-os do poder, existe uma parcela do povo que colabora para que os tentáculos da corrupção se sedimentem. Mas ainda há uma esperança 7 de Setembro - O povo que quer um Brasil limpo, uma Araguari limpa, voltará para a rua! “

Comentário extraído do grupo fala Araguari – facebook



“Há um sistema de comunicação e de entretenimento em expansão ininterrupta que trabalha diariamente contra o silêncio, a reflexão e o sentido, oferecendo velocidade, euforia, instantaneidade, celebridade ou, simplesmente, alguma distração. Somos convocados a emitir opiniões rápidas sobre os “fatos do dia”, quer sejam ele fatos reais ou meros boatos ou especulações. E, de um modo geral, essa convocação vem sendo atendida com entusiasmo, alimentando um exército de opinadores e opinadoras, comentadores e comentadoras.”

 Marco Weissheimer.


PSDB e PT viraram cabos eleitorais de Marina

Antes de a rapaziada encher as ruas, o PSDB de Aécio Neves e o PSB de Eduardo Campos enxergavam em Marina Silva uma bela alternativa de vice. Hoje, se Aécio e Eduardo se oferecessem para vice de uma chapa encabeçada por Marina, ela talvez desdenhasse. O último Datafolha confirmou o que as pesquisas anteriores já haviam insinuado: Marina tornou-se uma presidenciável mais competitiva do que os outros adversários de Dilma Rousseff.

Para se consolidar na segunda posição, Marina recebe a ajuda de dois cabos eleitorais inesperados: PSDB e PT. Metidos numa gincana para ver quem joga mais lama no outro, tucanos e petistas levam parte do eleitorado irritado com os políticos a ver em Marina uma espécie de heroína da resistência. A imagem é fantasiosa. Mas, em tempos de mensalão e de Siemens, um pedaço da plateia parece preferir o improvável a ter que optar entre o lamentável e o impensável.

De acordo com o Datafolha, Dilma recuperou um naco do prejuízo que contabilizara nas pegadas dos protestos de junho. Evoluiu de 30% para 35%. Marina engordou de 23% para 26%. Aécio foi lipoaspirado de 17% para 13%. E Eduardo manteve praticamente o mesmo peso, oscilando de 7% para 8%. Nesse cenário, se a eleição fosse hoje, Marina disputaria a poltrona de presidente da República num segundo turno contra Dilma.

Os mais céticos duvidam dessa possibilidade sob o argumento de que falta a Marina estrutura política. Numa fase em que a garotada grita na rua que “o povo unido não precisa de partido”, ter estrutura pode ser desvantajoso. Marina é a candidata do paradoxo. Até aqui, cresceu sem cargos, sem partido e sem o espaço generoso que seus contendores recebem dos meios de comunicação. Enquanto tenta colocar em pé a sua # Rede, Marina surfa numa onda que engolfa todos os conceitos, revirando-os.

Na noite de sexta-feira, discursando para militantes petistas em Bauru, Lula disse que o PT “não tem medo de conversar com o povo na rua.” O que o partido precisa temer, ele acrescentou, são “aqueles que começam a negar a política.” Chamou de “analfabetos” os jovens que dizem “eu não gosto de política, não gosto de nenhum partido político, não gosto de sindicato.”

Lula lecionou: “Temos que dizer, alto e bom som: fora da política não tem saída. Se a gente quiser pegar dois exemplos, a gente pega Hitler e Mussolini.” Tolice. As ruas pedem respeito e decência, não nazismo e fascismo. Há cadáveres demais no noticiário. Insepultos, produzem um fedor lancinante. Não bastasse a insatisfação generalizada com a precariedade dos serviços públicos, desapareceu da cena política brasileira a presunção de superioridade moral. As legendas que polarizam a disputa integraram-se à perversão comum a todas as siglas. É nessa onda que Marina surfa.

O excesso de lodo potencializa a subversão dos conceitos. Eleição vira loteria sem prêmio. Voto transforma-se num equívoco renovado a cada quatro anos. Partidos convertem-se em organizações com fins lucrativos. Coligações viram conchavos entre culpados inocentes e inocentes culpados. Democracia passa a ser um regime que saiu pelo ladrão.

O PSDB já carregava nas costas Eduardo Azeredo e o mensalão de Minas, ainda pendente de julgamento no STF. Com a delação da Simens, a legenda presidida por Aécio Neves foi empurrada para uma defensiva que tende a perdurar até 2014. O PT optou por acalentar os seus mensaleiros. Com isso, amarrou a sua sorte ao julgamento do escândalo.

Se os condenados forem para a cadeia, a legenda será presa com eles. Se o STF revogar as condenações por formação de quadrilha, livrando José Dirceu e Cia. da cana dura, as ruas brasileiras podem ficar pequenas para tanta gente. Nessa hipótese, convém dedicar atenção redobrada a Marina Silva. Em 2010, ela arrastou 19 milhões de votos e empurrou o tucano José Serra para o segundo turno. Agora, aproxima-se dos 30% de intenções de voto dizendo coisas definitivas sem definir muito bem as coisas.